Seis cães que atacaram mulher e mataram um cão em Taunton serão sacrificados

Os seis cães que atacaram uma mulher em Taunton, Massachusetts, e mataram um cachorro no mês passado serão sacrificados em breve, de acordo com o chefe da polícia da cidade, Edward Walsh.

Em uma audiência na prefeitura que aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 07, ele afirmou que os cães se enquadravam na definição de “cães perigosos”, conforme descrito no capítulo 140 da lei geral de Massachusetts, seção 136A.

Um “cão perigoso” é definido por lei como aquele que “sem justificativa, ataca uma pessoa ou animal doméstico causando dano físico ou morte” ou se comporta de uma maneira que uma pessoa acredite que ele seja uma ameaça injustificada de dano físico ou morte.

Walsh disse que o dono do cachorro, Rolando Celado, tem um prazo de dez dias para apelar da decisão, mas disse não acreditar que o dono o faça com base em seu depoimento na audiência.

Os pit bulls, que foram colocados em quarentena desde o ataque, serão sacrificados de forma humana, segundo Walsh.

 

O CASO

Na noite de 24 de abril, a moradora de 51 anos, Rochelle Silva, estava andando com o cachorro de sua filha quando foi atacada por seis pit bulls. Ela foi levada para o Rhode Island Hospital com “ferimentos sérios, mas sem risco de vida”, segundo para polícia.

Silva recebeu atendimento de emergência para as lesões que sofreu no ataque, incluindo mais de 100 pontos em sua perna e fisioterapia.

O cachorro da filha não sobreviveu ao ataque.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem