Réu é executado após condenação por assassinar guarda durante fuga nos EUA

O estado de Dakota do Sul, nos Estados Unidos, executou na segunda-feira Rodney Berget pelo assassinato de um guarda da prisão durante uma tentativa de fuga em 2011, informou o procurador-geral, Marty Jackley. Berget, de 56 anos, foi declarado morto às 19h37 (hora local) após receber uma injeção letal na Penitenciária Estadual de Dakota do Sul, em Sioux Falls, a mesma prisão onde assassinou o guarda em 2011.

Antes de receber a injeção letal, Berget brincou sobre o atraso de mais de cinco horas na sua execução causada pela Suprema Corte dos EUA, que estava estudando seus recursos, que foram rejeitados. “Desculpe pelo atraso, eu estava preso em um engarrafamento”, disse o réu, segundo explicaram jornalistas que observaram a execução. Um dos irmãos de Berget, Robert Berget, dois anos mais velho que ele, também tinha morrido executado, neste caso no ano 2000, no estado de Oklahoma, por matar um homem para roubar seu veículo, em 1985.

Já Rodney foi executado por assassinar o guarda Ronald “R.” Johnson, em abril de 2011. Berget e seu cúmplice Eric Robert – executado em 2012 – espancaram Johnson com um cano, com a ideia de roubar seu uniforme e conseguir fugir do local, mas foram interceptados antes de atingir seu objetivo. Naquela época, Berget cumpria pena de prisão perpétua por sequestro e tentativa de assassinato em 2003, um ano depois de ficar em liberdade por outros crimes pelos quais esteve preso a partir da década de 1980, entre eles duas fugas.

Berget foi a 19ª execução do ano nos Estados Unidos.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem