Professora é presa após oferecer maconha como recompensa aos alunos na Carolina do Sul

Uma professora foi presa acusada de oferecer aos seus alunos balas comestíveis de maconha como recompensa por “bom desempenho”, segundo informações do portal Insider. O caso aconteceu em uma escola fundamental no estado da Carolina do Sul, em 23 de setembro. Victoria Farish Weiss de 27 anos foi demitida e se entregou à polícia na última sexta-feira, 15.

As autoridades policiais disseram à estação de TV local WIS-TV que Weiss estava com 350 mg de tetrahidrocanabinol (THC) comestível em sua sala de aula na escola fundamental Rocky Creek Elementary School em Lexington. A professora teria deixado seus alunos escolherem um prêmio de uma caixa usada para recompensar os melhores alunos. No entanto, um de seus estudantes pegou por acaso um saco de balas de maconha comestíveis, conforme comunicado oficial da polícia à imprensa.

“Os detetives confirmaram durante os interrogatórios que Weiss pegou no pacote de comestíveis do estudante e pediu para que escolhesse outra coisa da caixa”, disse o xerife do Condado de Lexington, Jay Koon, à Fox News. O estudante então pegou outro pacote de comestíveis. Nenhuma criança consumiu a droga, de acordo com o xerife.

Em uma busca feita na casa de Weiss no dia seguinte ao caso, em 24 de setembro, a polícia encontrou outros pacotes similares aos que foram descobertos em sala de aula. “Os comestíveis de maconha são produtos alimentares à base de cannabis. Eles vêm em muitas formas, mas neste caso eram em formato de doces”, disse Koon. “São frequentemente embalados em sacos com logotipos e cores que se assemelham às marcas de doces tradicionais.”

Weiss foi demitida da escola onde trabalhava. “A segurança dos nossos estudantes é a nossa prioridade máxima. É inaceitável que um membro do pessoal ameace potencialmente o bem-estar de uma criança” disse o superintendente do Distrito Educacional de Lexington Greg Little à Fox News.

A professora não explicou porque estava com as drogas em sala de aula. Ela as teria conseguido em uma loja da rede Dollar General. Embora 39 estados norte-americanos, incluindo a capital Washington, tenham legalizado o uso medicinal ou recreativo da maconha na Carolina do Sul, onde o caso ocorreu, nenhum uso do entorpecente foi legalizado como informa o portal Insider.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem