Prefeita de Framingham lembra vítimas do “11 de Setembro”

Refletindo sobre o “11 de setembro”, a tragédia que abalou o mundo, a prefeita de Framingham (Massachusetts), Yvonne Spicer, e autoridades municipais pediram ao público na terça-feira, dia 11, que se lembrasse dos homens e mulheres que morreram nos ataques.

Cerca de 50 pessoas se reuniram na capela do Parque Memorial de Cushing para uma cerimônia lembrando o 17º aniversário do 11 de setembro.

O evento incluiu discursos solenes, uma leitura dos nomes no memorial da cidade, orações e uma apresentação feita pelo Corpo de Bombeiro, Departamento de polícia da cidade e Guarda de Honra.

Spicer, uma nativa de New York, disse que os ataques foram pessoais para ela – não apenas por causa de sua criação no Brooklyn, mas também porque sua cunhada trabalhou no Merrill Lynch e foi evacuada da cena dos ataques.

“Hoje nos reunimos como uma comunidade para nos honrar as pessoas que trabalharam e viveram em nossa cidade”, disse ela, “mas também para lembrar que devemos trabalhar duro para honrar a memória reunindo-nos para garantir que nosso país seja um lugar de inclusão, não divisão. Amor, não ódio. Honra, não desgraça. Louvor, não condenação. Framingham, como os Estados Unidos, tem muita resiliência e nós vamos superar qualquer adversidade ou dificuldades”.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password