MUNDO: Mulher morre de câncer por ter abraçado o pai quando era criança

Uma mulher de Willington, no Reino Unido, morreu após complicações de um câncer raro, chamado de mesotelioma, um tumor no tecido que reveste os pulmões, o estômago, o coração e outros órgãos. Susan Macgregor, 58 anos, segundo os médicos, desenvolveu essa doença após abraçar e passar muito tempo ao lado do pai, um pedreiro que trabalhava com amianto.

Ainda de acordo com os especialistas, as roupas e a pele do pai ficavam repletas do material tóxico e Susan foi absorvendo a substância ao longo do tempo, o que a fez desenvolver o tumor. “Todos estão absolutamente devastados com a notícia. Perdemos uma mãe, avó e esposa”, disse o marido, Dave, ao jornal Derby Telegraph.

Segundo o marido, Susan começou a perceber que havia algo estranho quando sentiu dificuldade para respirar após fazer um exercício. Ao fazer um check-up, ela descobriu o câncer incurável. “É preciso apenas uma partícula no lugar certo e, 40 ou 50 anos depois, você será diagnosticado com essa doença horrorosa”, desabafou o marido.

Foi a própria família que começou a procurar as causas da doença. Após muito buscar, descobriram que a resposta só podia ser essa. Apesar da dor da perda, o marido não pensa em processar o governo por permitir o uso de amianto em obras. “Dinheiro não vai trazer minha esposa de volta”, disse.

COMPARTILHE

FONTE:

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password