Menina de 13 anos é jogada, morta, para fora de carro em Lawerence

As autoridades estão investigando a morte de uma menina de Amesbury, Massachusetts, de 13 anos de idade, em Lawrence, Massachusetts, de acordo com o escritório do Promotor Distrital de Essex, Jonathan Blodgett.

A menina, mais tarde identificada por membros da família como Chloe Ricard, foi deixada no pronto-socorro do Lawrence General Hospital na segunda-feira, dia 20, por volta das 4:47pm, segundo as autoridades. Ela foi declarada morta pouco depois da chegada.

“Ela foi levada e jogada para fora de um carro no hospital. Os policiais disseram que ela estava sem vida quando a pegaram. Sem pulso, sem nada, eles simplesmente abriram a porta e a deixaram cair”, disse o padrasto da menina, Brian Dolan. “Ela nem sequer tinha pulso quando a empurraram para fora do carro”.

As circunstâncias que cercam esta morte são desconhecidas e estão sob investigação.

“Eu quero justiça. Quero justiça agora”, disse a mãe da menina, Deborah Goldsmith-Dolan, na terça-feira. “Estou em choque e não posso acreditar que estou contando essa história”.

Ela disse que sua filha estava na casa de um amigo no dia anterior a sua morte.

“Quando liguei para outro amigo, ela disse que estava segura. E se você for sair, diga me que está segura”, eu disse a ela.

No final da tarde de segunda-feira, mãe começou a se preocupar depois que perdeu o contato com Chloe. Ela foi até a delegacia para registrar o relatório de uma pessoa desaparecida.

“Estava sentada na delegacia e uma garota me disse que minha filha estava em segurança”, disse Goldsmith-Dolan. “Mas em uma reviravolta trágica muda a história e o que a moça disse não era verdade”.

“Não importa qual seja a história, ela está morta”, disse Goldsmith-Dolan.

Ela descobriu que sua filha foi deixada na sala de emergência do hospital, sem vida.

“Foi horrível. Eles me perguntaram como identificá-la. Meu marido teve que identificá-la pelas cicatrizes”, disse a mãe.

Ela e outros membros da família, agora com o coração partido, têm uma longa lista de perguntas.

“Eu simplesmente não consigo acreditar que alguém possa ser tão cruel”, disse Goldsmith-Dolan.

O padrasto de Chloe disse que um homem adulto na faixa dos 40 anos teria deixado Chloe no hospital. “A única coisa que me disseram anteriormente é que alguém de 47 anos a abandonou no local”, disse Brian Dolan. “Quem fez isso com minha pequena enteada, acredite em mim, espero que haja um inferno para você pagar porque eles a jogaram para fora do carro como um saco de lixo. Se era seu filho, se era sua irmã, se era seu irmão, ou sua mãe, ou seu pai, o que você faria? Estou fora de mim”, se emociona.

A Polícia de Lawrence e as Unidades de Detetives da Polícia Estadual do Condado de Essex estão trabalhando nesta investigação.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem