Imigrante ilegal é preso por exploração infantil

A Unidade de delitos cibernéticos coordenada pelo Procurador Jeff Landry prendeu quatro homens, incluindo um imigrante ilegal em Acadiana (Louisiana). O grupo foi indiciado por cerca de 250 acusações de possuir pornografia infantil.

“Manter as crianças da Louisiana seguras é uma prioridade para o meu escritório, e continuaremos fazendo o possível para parar os predadores infantis”, disse o Procurador. “Os crimes contra crianças na internet colocam danos contínuos; sempre que um desses vídeos ou imagens são vistos, a criança é vitimada novamente”.

De acordo com o Procurador, essas prisões, especialmente a de um imigrante ilegal, por explorar crianças, devem ser um alerta para os legisladores. “É crucial que o Legislativo e o Governador do Estado promulguem leis que protejam a inocência de nossos filhos e erradiquem a imigração ilegal”, afirmou.

Carey Sollay, 40, tem 40 anos de idade e foi preso sob 150 acusações de posse de imagens de abuso sexual e/ou vídeos de crianças (menores de 13 anos). Ele foi preso e levado para a prisão Lafayette Parish após uma investigação conjunta entre a Unidade de Crime Cibernético da Louisiana Bureau of Investigation (LBI), Homeland Security Investigations (HSI), Louisiana State Police (LSP), Lafayette Sheriff’s Office, o escritório do xerife da Iberia e o Departamento de Polícia de Eunice.

Nikita Hebert, 24, foi preso sob 50 acusações de posse de imagens de abuso sexual e/ou vídeos de crianças (menores de 13 anos) e 20 acusações de posse de imagens de abuso sexual e/ou vídeos de crianças (maiores de 13, mas ainda menor). Ele foi preso e levado para a prisão St. Landry Parish após uma investigação conjunta entre a Unidade de Delito Cibernético da LBI, HSI, LSP, o Escritório do xerife de St. Landry, o Escritório do xerife de Lafayette e o Departamento de Polícia de Eunice.

Ceketric Roberts, 38, foi preso sob 15 acusações de posse de imagens de abuso sexual e/ou vídeos de crianças (menores de 13 anos). Ele foi preso e levado para a prisão Caduce Parish após uma investigação conjunta entre a LBI Cyber Crime Unit, a HSI, o US Marshals Service, o Bossier City Marshals Office, o Caddo Parish Sheriff’s Office e o Shreveport Police Department.

Paul Bojorquez, 35, é o imigrante illegal preso. Ele foi indiciado por cinco acusações de posse de imagens de abuso sexual e/ou vídeos de crianças (menores de 13 anos). Ele foi preso e levado para a prisão Vermillion Parish após uma investigação conjunta entre a Unidade de Delito Cibernético da LBI, a HSI, o Escritório do Xerife de Vermillion Parish e o Escritório do Xerife da Iberia Parish. HSI colocou um pedido de custódia sobre Bojorquez após sua prisão.

Se alguém tiver informações adicionais ou preocupações sobre os supostos infratores – incluindo informações sobre possíveis vítimas, ligue para a Unidade de Crime Cibernético do Procurador Landry em 800-256-4506. Quem ligar não precisa dar seus nomes.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password