Delegado que agrediu namorada grávida e ameaçou matá-la é acusado

Um delegado do condado de Barnwell, na Carolina do Sul, que machucou sua namorada grávida e ameaçou matá-la, bem como a família dela, foi acusado de violência doméstica.

Os agentes da Divisão de Aplicação da Lei da Carolina do Sul acusaram Ian Seaborne Warren de violência doméstica em segundo grau.

Ele é um delegado do Gabinete do Xerife do Condado de Barnwell, onde trabalha desde 2018. Embora ele tenha rotulado como “ex-delegado” em um comunicado, o registro policial de Warren diz que ele ainda está empregado.

Após a prisão, os agentes o autuaram no Centro de Detenção do Condado de Barnwell. Um juiz libertou-o com fiança de US $ 5.000 e ordenou que ele não contatasse a vítima ou sua família, que não dirigisse perto da residência dela e não portasse nenhuma arma.

Warren abusou de sua namorada de março de 2020 a julho de 2021, de acordo com agentes. Em um incidente, quando sua namorada estava grávida, ele a puxou da cama pelas pernas, fazendo-a cair no chão e então pegou seu telefone celular.

Os agressores costumam pegar os telefones celulares das vítimas para evitar que elas liguem para a polícia, segundo os defensores dos sobreviventes de violência doméstica.

Enquanto viviam juntos, Warren disse várias vezes à namorada que a mataria. Ela temia “perigo iminente e a vítima e sua família ainda temem por sua segurança”.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem