Brasileiro cego se destaca entre desenvolvedores do Google nos EUA

A deficiência visual nunca foi um obstáculo para o engenheiro de software do Google Lucas Radaelli. Aos 29 anos, o profissional considera que uma das principais missões de quem busca ampliar a inclusão de pessoas com deficiência visual é encontrar novas formas de representar informações para que sejam entendidas sem os olhos.

Desde 2019, Radaelli mora em São Francisco, nos Estados Unidos. Foi para lá com o intuito de trabalhar com a equipe de acessibilidade do Google. Ele já trabalha na empresa há cinco no aprimoramento do sistema de buscas da bigtech na unidade de Belo Horizonte. O pedido de transferência foi aceito e Radaelli começou a ganhar ainda mais destaque profissional.

A promoção para um nível sênior ocorreu no fim do mês passado e, segundo a Folha de S.Paulo, ele disse que era o momento mais importante de sua carreira e que teve muitas dúvidas se chegaria até ali, porque as coisas são difíceis.

O engenheiro começou a vida profissional no Google, seu primeiro emprego, após estágio no laboratório de pesquisa da faculdade, em 2014. De acordo com a Folha de S.Paulo, um dos objetivos do profissional é desenvolver projetos que permitam a outras pessoas que não enxergam aprender matemática e programação em formatos adequados.

Além da vida profissional agitada, Radaelli estuda piano, escreve com frequência em suas redes sociais sobre livros de fantasia e jogos e quatro vezes na semana pratica xadrez online.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem