Avó é acusada de matar a neta de dois anos e colocá-la no forno

A morte de uma menina de 20 meses encontrada esfaqueada e queimada dentro de um forno em uma casa em Delta do Mississippi chocou a comunidade. A avó da criança foi acusada nesta terça-feira, dia 17, de acordo com as informações divulgadas pelas autoridades.

O xerife do condado de Bolivar, Kelvin Williams Sr., disse que Carolyn Jones, de 48 anos, foi acusada de assassinato em primeiro grau pela morte de Royalty Marie Floyd, na cidade de Shaw.

“Trabalho como oficial da lei há 26 anos”, disse Williams à Associated Press. “Esta é uma das coisas mais horríveis que já vi ao longo do meu trabalho. A parte mais difícil … é ver uma criança vítima”.

Jones fez uma aparição inicial terça-feira à noite perante um juiz, que estabeleceu fiança de US $ 500.000. Ela permanece presa.

Os oficiais do xerife disseram que a bebê morava com Jones enquanto a mãe morava em outro lugar.

Williams disse que o irmão de Jones encontrou o corpo na noite de segunda-feira, dia 16, e ligou para a polícia em Shaw, uma cidade com cerca de 2.000 habitantes, aproximadamente a 100 quilômetros a noroeste de Jackson. A polícia, por sua vez, chamou o escritório do xerife e outros para assistência.

O porta-voz Warren Strain, do Departamento de Segurança Pública do Mississippi, disse que os investigadores ainda estão investigando a causa da morte da menina, bem como quando exatamente como a menina morreu e se foi antes dela ser colocada no forno. O corpo da criança foi enviado para o Laboratório Criminal em Pearl para uma autópsia.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password