Adolescente de Newark é condenado a 20 anos de prisão por assassinato cometido em janeiro de 2018

Um adolescente da cidade de Newark, em New Jersey, foi condenado a 20 anos de prisão por envolvimento na morte de David Barcus, em janeiro de 2018.

Dylan Warren, 17, se declarou culpado de uma acusação de homicídio voluntário, um crime de primeiro grau; roubo agravado, crime de primeiro grau.

Durante uma audiência, que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 13, a promotora Jenny Gonzalez-Wells disse que em 20 de janeiro de 2018, Warren era um dos quatro indivíduos que foram até uma casa na Cherry Street, onde Barcus, de 48 anos, estava. O grupo tinha intenção de roubar a medicação e dinheiro da vítima.

A promotora disse que enquanto os réus Tyler Ocasio, 21 anos, e Dustin LeHoe, 22, foram ao porão e atiraram na vítima, Warren e Jaden Osborn, 16 anos, ficaram no andar de cima.

Durante o julgamento de Ocasio, em fevereiro, Warren testemunhou que apontou uma arma Hi-Point de 9 mm em direção a um dos proprietários durante o roubo, exigindo que ela deitasse chão. Enquanto os quatro estavam fugindo da casa, a Promotora disse que Warren disparou em direção à casa.

 

Barcus morreu pelos ferimentos sofridos com o tiro. Warren foi preso e admitiu a culpa.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem