Mineiro morre em NY e suspeita é overdose

Com apenas 26 anos de idade, o mineiro de Poços de Caldas, morreu na cidade de New York e as primeiras suspeitas é que ele teria sido vítima de overdose de drogas ilícitas. Conforme as informações de amigos, ele lutava contra a dependência química há anos.

O corpo do rapaz foi cremado no final de semana e as despesas foram custeadas mediante uma campanha organizada por familiares e amigos.

Nas redes sociais, a irmã dele, Bianka Santos Reis, postou uma mensagem emocionante, citando inclusive períodos em que o irmão teve problemas com drogas: “Lembro das ligações da mãe dizendo que você estava tendo uma overdose; lembro de visitar você no hospital, lembro de visitar você na cadeia, uma mistura de sentimentos”.

Ela ainda aconselhou os outros jovens a buscarem ajuda se estiverem enfrentando os mesmos problemas.

De acordo com dados fornecidos através de um relatório mundial feito pela Organização das Nações Unidas (ONU), sobre drogas, dos cerca de 585 mil óbitos vinculados à dependência química, em 2017, a maioria eram pessoas na faixa etária de 15 a 30 anos de idade. Nos Estados Unidos, após o aumento do consumo de opioides, este problema tem sido tratado como epidemia.

No ano de 2018, pelo menos quatro casos de overdose envolvendo brasileiros foram confirmados. Este número pode ser maior, pois muitas histórias ficam escondidas devido a privacidade da família.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem