EUA – Jovem brasileira é pré-candidata à prefeitura de Framingham (MA)

A localidade de Framingham (MA), conhecida pela grande presença de brasileiros, vai se tornar uma cidade em 2018 –  passará a contar com prefeitos e vereadores – e uma brasileira quer ganhar o posto de prefeita da nova cidade. A jovem Priscila Sousa, de 28 anos, é formada em Ciências Políticas e é pré-candidata para disputar as eleições, que acontecem em novembro deste ano. O nome da brasileira, que é filiada ao Partido Democrata, precisa ser aprovado nas prévias que acontecem no mês de julho para que ela possa disputar a vaga.

Em entrevista, Priscila explica que essa é uma conquista muito importante para Framingham, que vai deixar de ser administrada por conselhos e representantes e passará a ter uma estrutura de uma cidade. “Resolvi lançar minha candidatura porque estamos num momento emocionante na história de Framingham. Estamos mudando a estrutura do governo municipal e creio que nesta fase existe uma grande oportunidade para o nosso governo ser mais inclusivo. Quero ver um maior envolvimento entre o governo, a comunidade e uma representação mais ampla da população dentro da administração municipal”.

Priscila nasceu em Ipatinga (MG) e chegou aos EUA com a família quando tinha apenas sete anos. Ela afirma que seu plano é garantir que programas sociais não sejam perdidos, apoiar os empreendedores brasileiros e também defender os interesses da comunidade. “Tenho vários projetos em vista, mas como minha campanha ainda está apenas começando, eu e os meus assessores ainda estamos na fase de pesquisas e conversando com as pessoas”, explicou.

Ela afirma que a causa imigrante também será uma de suas bandeiras, ela pretende defender essa população que é tão importante para Framingham e para os EUA.

Priscila conta que seu interesse pela política é de família, a avó já foi candidata a vereadora. “Estou nos EUA desde 1995. Tinha 7 anos de idade quando cheguei aqui. Morei a maioria desses 22 anos aqui em Framingham. Estudei aqui, conclui o meu ensino médio aqui e sou parte da comunidade. Foi aqui que me adaptei à cultura americana. Atualmente sirvo no Human Relations Commission na prefeitura e amo a comunidade de Framingham”.

Priscila precisa de 500 assinaturas de eleitores cadastrados em Framingham para que possa concorrer oficialmente. Os outros dois candidatos são John Stefanini, um ex-representante do estado e Joshua Horrigan, nativo da cidade. O primeiro prefeito de Framingham servirá por quatro anos e como chefe do Poder Executivo, orientará na transição da comunidade para uma cidade.

 

FONTE: ACHEIUSA.COM

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

 

 

 

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password