Conheça o brasileiro que ganhou sorteio para ir ao espaço: ‘Não é só para bilionários’

“Estou ansioso para realizar este sonho de infância, vai ser um marco na minha vida. Parece que estou vivendo em um filme, a ficha não caiu”. A declaração é do engenheiro de produção Victor Hespanha, de 28 anos, que passou a infância assistindo a filmes de astronauta, espaços, foguetes e olhando para o céu de Belo Horizonte, onde vive, desejando passear por lá um dia.
Agora este dia está prestes a chegar. Ele foi sorteado para o voo da Blue Origin, empresa de turismo espacial, pela Crypto Space Agency (CSA), após comprar pela primeira vez um NFT, usando criptomoedas, e será um dos seis passageiros da viagem (veja quem são os outros passageiros mais abaixo).
A empresa publicou a lista dos tripulantes nesta segunda-feira (9).
Hespanha é morador do bairro Santo Antônio, na Região Centro-Sul da capital mineira, e poderá participar da missão NS-21. Com a proeza, ele será o segundo brasileiro a viajar ao espaço – até então, apenas o astronauta profissional Marcos Pontes, que foi à Estação Espacial Internacional (ISS) em 2006, já tinha feito o mesmo.
“Sei de poucos detalhes, mas é uma viagem de 11 minutos, 5 deles na gravidade zero. A gente vai sair da linha da atmosfera e flutuar por 5 minutos em uma cápsula em altíssima velocidade. Pelos vídeos que vi, a “janela” é grande, vai dar para ver muita coisa”, conta o engenheiro.
Ele investiu cerca de R$ 4 mil em NFT. E brinca que conseguiu uma oportunidade que antes achava que seria só “para bilionários”:
“É assustador também, nunca pensei [que conseguiria], sou pessoa comum, mas estou tendo essa oportunidade incrível. Isso é para mostrar que viagem ao espaço não é só coisa de bilionário”.
A data da viagem ainda não foi divulgada pela Blue Origin. (FONTE: G1)

Compartilhar:

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem