Brasileiro vai participar da corrida mais difícil dos EUA

Em junho vai acontecer a Badwater, uma tradicional corrida realizada no Vale da Morte que é considerada a prova mais difícil do mundo. Os competidores enfrentam um sol escaldante e precisam correr grande parte do percurso de 217 km em cima da faixa branca para não derreter a sola do tênis. A prova deste ano terá Alexandre Castello Branco, um profissional da área de comunicação.
Ele disse que se interessou pela Badwater pelo fato da corrida ser um desafio extremo, em um lugar inóspito. “Trata-se de uma das grandes ultramaratonas do mundo, com um processo seletivo muito restrito, feita apenas para convidados”, disse. “Adoro testar meus limites e achei que não havia melhor corrida para isso. Estou ansioso para esse desafio”, acrescentou.
O competidor explicou que no dia 30 de janeiro estava em Pequim, na China, quando foi informado que tinha sido selecionado para participar da Badwater.
A Badwater é uma corrida de 217km, realizada anualmente no Vale da Morte, região leste da California. Em 2009, ela foi eleita pela National Geographic como a corrida mais difícil do mundo, não só pela longa distância mas também pelas altas temperaturas do local.
De acordo com dados, o Vale da Morte registrou a maior temperatura na Terra, em julho de 1913, quando o termômetro bateu 134,06 graus Fahrenheit (56,7 graus Celsius), justamente o mês que a corrida é realizada.
Para ser selecionado para esta prova, o competir precisa passar por um processo seletivo muito restrito, com exigências mínimas que são de assustar. Uma das exigências para ser aprovado diretamente é preciso ter sido campeão da Brazil 135, prova duríssima de 217km, que acontece em janeiro na Serra da Mantiqueira, da Keys 100, prova dura e quente que acontece em maio na Flórida ou da Badwater Cape Fear, prova de 51 milhas organizada por eles.
No caso de Alexandre, ele não se encaixa em nenhuma destes requisitos. Para conseguir ser selecionado, o candidato precisou preencher pelo menos um dos requisitos a seguir:
– Ter concluído a Badwater nos últimos quatro anos e ter completado uma prova de 50 milhas ou mais nos últimos 13 meses.
– Ter concluído pelo menos três corridas de 100 milhas, ou 160 quilômetros, e pelo menos uma delas deve ter sido feita nos últimos 13 meses.
– Para quem é residente na América Central e América do Sul, é preciso ainda ter concluído a Brazil 135 em menos de 48 horas nos últimos três anos e uma prova de 50 milhas ou mais no último ano.
Alexandre cumpriu todas elas.

Compartilhar:

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem