AME defende participação da mulher na política

Com um público superior a 200 mulheres, foi realizado na Universidade Católica do Pernambuco o segundo simpósio promovido pela Associação de Mulheres Empreendedoras (AME). O evento aconteceu no dia 26 de setembro e teve como tema “A importância da Mulher na Construção de um Parlamento Democrático”.

Este simpósio surgiu de uma iniciativa do Senado em parceria com a AME e teve a participação de mulheres que atuam no legislativo municipal, estadual e federal, bem como empreendedoras, comerciantes e empresárias.

Além do simpósio, o evento marcou o lançamento oficial da sede da AME no Brasil, a qual funcionará na cidade do Recife, em Pernambuco.

A presidente e fundadora da entidade, Lilian Mageski, falou sobre o trabalho realizado pela associação desde a sua fundação. Ela também fez questão de destacar o apoio recebido por parte do Senador Luíz do Carmo, autor do Projeto de Lei nº 2235/19 que reserva 30% das vagas das Casas Legislativas Brasileiras para mulheres.

Lílian também agradeceu todo o apoio dado ao evento e à AME por parte da OAB/PE, Secretaria da Mulher de Pernambuco, Unicap, Polícia Civil, Portal de Prefeituras, Classe A Agency Fotografia e Fit Lin.

Ao usar a palavra, a vice-presidente, Tereza Nogueira, citou o desafio que foi assumir o comando da AME no Recife e destacou a vontade de trabalhar em defesa das mulheres, principalmente as vítimas de violência e empreendedoras.

A juíza da 2ª Vara de Violência contra a Mulher, Marylusia Feitosa, também discursou e destacou que a mulher ficou atrofiada por muitos anos. Somente com os avanços conquistados ao logo do tempo é que elas tiveram oportunidades melhores.

O juiz da Vara de Violência Doméstica e Familiar, Francisco Tojal falou da necessidade de as mulheres crescerem como profissionais e adquirirem independência para quebrar ciclos viciosos de violência e se declarou um juiz feminista.

A Secretária da Mulher do Estado, Sílvia Cordeiro disse que a violência praticada contra as mulheres nos persegue há anos e que os agressores precisam ser criminalizados e considera o feminismo necessário para a democracia. A presidente da Comissão da Mulher da OAB/PE, Fabiana Leite ressaltou que as mulheres são maioria e representam 52% da população brasileira e fez um comparativo do percentual de mulheres que ocupam espaços nas Casas Legislativas, no Estado.

Segundo ela, houveram conquistas sim! Mas, ainda não foram suficientes. Representando o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Geovana Belfort destacou que relatos históricos sempre mostraram a mulheres em situação de exclusão, de inferioridade, de fraqueza e de dependência.

A Pró-reitora da Unicap, Valdenice Raimundo defendeu a necessidade de maior participação da mulheres no que se refere à igualdade de gênero, cor, raça e classe social. E a Secretária Nacional do PSB, Dôra Pires disse que isonomia entre homens e mulheres é necessário em toda situação e que a mulher feminista hoje, não carrega mais culpa. Entre as participantes que compuseram a Mesa, a deputada Federal, Marília Arraes (PT), a única deputada federal, representando a bancada de Pernambuco.

Ela falou dos desafios de atuar na política e da necessidade em aumentar os espaços políticos de poder ocupado por mulheres. Já a deputada estadual Priscila Krause (DEM), destacou a relação de dominação entre o masculino e o feminino. A vereadora Aline Mariano (PP) chamou atenção para o fato de Recife nunca ter sido administrado por uma prefeita e lamentou de Pernambuco não ter uma senadora ou governadora.

A deputada estadual Roberta Arraes (PSB) elogiou o trabalho da AME e se colocou a disposição para ajudar e ressaltou que, apesar das dificuldades, o mandato dela como parlamentar tem sido pautado em várias questões em defesa da mulher. E a atual prefeita de Camaragibe, Nadege Queiroz fez uma trajetória da sua vida política e falou que sempre falou mais alto a sua vontade de fazer política para transformar para melhor a vida das pessoas.

Com sede na cidade de Boston, Massachusetts, a AME também tem atuação em New York, Sul da Flórida, Orlando, New Jersey, Connecticut e Carolina do Sul. A entidade tem como objetivo promover o empoderamento e o empreendedorismo feminino, assim como a realização de eventos, networking, exposições, workshop, apoio emocional e profissional, cursos, palestras, além de ações sociais.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem