Redação: EUA – FUNDOS PARA CIDADES SANTUÁRIO, SÃO CORTADOS PELA FISCALIZAÇÃO

Foi intensificado pelo Departamento de Justiça desde terça-feira, 25, medidas contra as chamadas cidades santuários, ao informar que não  concederá as desejadas subvenções, se derem às autoridades federais de imigração acesso aos cárceres e os avisem quando um indocumentado no país esteja a ponto de ser liberado.

Agora, as cidades que desejam receber subvenções só devem mostrar que não criarão obstáculos para a comunicação entre as agências locais de ordem pública e as autoridades de imigração com relação ao status migratório das pessoas detidas por eles.

Há tempos que Trump prometeu eliminar os subsídios federais das cidades que se negam a cooperar com os esforços de Washington para deter e deportar os que vivem no país sem autorização. “As chamadas políticas santuários nos deixam mais inseguros porque, de forma intencional, debilitam nossas leis e protegem os imigrantes ilegais que cometeram crimes”, afirmou Sessions em um comunicado.

“Estas políticas também alimentam a imigração ilegal e inclusive o tráfico de seres humanos ao manter a mentira de que em certas cidades os estrangeiros ilegais podem viver à margem da lei… Devemos motivar a estas jurisdições ‘santuário’ para que mudem suas políticas e se associem com as agências federais de ordem pública com a finalidade de expulsar do país os criminosos”, acrescentou.

Os novos requisitos são aplicáveis a um dos programas de subvenções mais populares do Departamento de Justiça, que oferece dinheiro à polícia para que compre todo tipo de equipamento, desde coletes à prova de balas até câmeras portáteis. O requisito se aplicará às cidades que requisitarem subsídios a partir de setembro.

  • COMPARTILHE
  • REDAÇÃO:SANDRA SERAFIM/jornalnegociofechadousa.com
Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password