Professora é demitida após pedir que Trump retire ‘alunos ilegais’ de escola no Texas

A perseguição de Donald Trump contra os imigrantes ilegais aumentou o clima de ódio e fortaleceu os ânimos racistas de alguns norte-americanos. Nesta semana, a mídia divulgou a demissão de uma professora no Texas que teria solicitado que o presidente retirasse os alunos indocumentados das escolas.

O pedido da professora de inglês na cidade de Fort Worth, Georgia Clark, foi feito no Twitter e ela foi demitida assim que a história se tornou pública. Ela foi demitida na terça-feira, dia 04, mas tem 15 dias para recorrer.

A professora começou a publicar os tuítes há três semanas. Ela escreveu que o distrito escolar estava “cheio de estudantes ilegais do México” e sugeriu que deveria haver alguém na escola “para investigar ativamente e expulsar estes alunos que estão na rede pública de ensino”.

Ela escreveu ainda que “qualquer coisa que você possa fazer para remover os estudantes ilegais de Fort Worth seria muito bom”. Posteriormente a conta no Twitter foi deletada.

Ela escreveu isso direcionado ao presidente Trump e acrescentou que precisava de garantias de que a sua identidade seria mantida em segredo. O que ela não sabia é que suas publicações estava em modo público.

Usando a conta em nome de @Rebecca1939, ela escreveu os seus dois números de telefone e disse “meu nome verdadeiro é Georgia Clark”.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem