MEGAOPERAÇÃO: ICE prende 680 imigrantes no Mississippi

As autoridades federais de imigração dos Estados Unidos detiveram cerca de 680 imigrantes indocumentados no que um Procurador federal descreveu como “o que se acredita ser a maior operação contra imigração ilegal em um único estado na história do país”.

O Procurador do distrito de Mississippi, no sul do país, Mike Hurst, disse que as prisões aconteceram em sete locais, em seis cidades diferentes no Mississippi nesta quarta-feira, dia 07. “Hoje, como resultado do trabalho duro desses homens e mulheres visando a aplicação da lei, estabelecemos um novo recorde”, disse ele.

As autoridades se recusaram a fornecer detalhes sobre quais locais foram alvos, mas afirmaram que se tratou de uma investigação criminal que estava em andamento. De acordo com dados fornecidos pela rede de televisão CNN os ataques ocorreram em fábricas de processamento de alimentos em todo o estado.

As prisões ocorreram como resultado de mandados de busca administrativos e criminais executados por agentes especiais da Homeland Security Investigations, segundo relatou Hurst.

“Hoje, através do trabalho duro desses homens e mulheres, estamos mais uma vez nos tornando uma nação de leis”, disse ele.

O ICE intensificou a fiscalização em locais de trabalho desde que o presidente Trump assumiu o cargo, realizando várias incursões em larga escala em fábricas de processamento de alimentos e centros de jardinagem nos últimos anos.

“Essas não são novas leis, nem a aplicação delas é nova”, disse o diretor do ICE, Matt Albence, na quarta-feira. “As prisões de hoje foram o resultado de uma investigação criminal de um ano. As prisões e mandatos que foram executados hoje são apenas mais um passo nessa investigação.”

“Esta operação começou há mais de um ano. Você não traz mais de 650 agentes especiais de todo o país para o Distrito do Sul do Mississippi em questão de três dias sem preparação de meses, meses e meses”, disse ele ressaltando que as prisões não foram motivadas pelos tiroteios do final de semana passado. “Esta operação foi planejada muito antes disso e pretendíamos realizá-la o quanto antes”, finalizou.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem