Imigrante que estava ‘escondido’ em igreja tem deportação adiada

Um imigrante mexicano com cinco filhos e cuja esposa está grávida disse que lhe foi concedido um adiamento à sua ordem de deportação depois que ele e se refugiou em uma igreja, pois “precisava continuar nos Estados Unidos para sustentar seu filho de 5 anos, que tem leucemia” e o resto de sua família.

Jesus Berrones, 30, vive os EUA desde que ele era um bebê e se refugiou na Igreja Unida de Cristo em Shadow Rock, Phoenix (Arizona), desde sexta-feira, dia 09. Ele agendou uma reunião com as autoridades de imigração para iniciar os procedimentos para o seu retorno ao México.

Mas o imigrante disse que foi informado na tarde de segunda-feira, dia 12, que lhe foi concedido um adiamento de um ano.

“Em uma medida discricionária, o ICE concedeu a Jesus Armando Berrones Balderas uma suspensão de deportação por um ano de forma humanitária”, disse um comunicado emitido na noite de segunda-feira pelo escritório do Serviço de Imigração e Controle de Alfândega, em Phoenix.

O Shadow Rock é uma das várias igrejas nos EUA que permite que os imigrantes que enfrentam a deportação se refugiem em seus santuários até que sua situação legal seja resolvida.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password