ICE gasta mais de US $ 1 milhão para “invadir iPhones” de imigrantes

O ICE assinou um contrato de US $ 384.000 com a empresa de tecnologia Grayshift, em setembro, e outro contrato de US $ 820.000 este mês. O dinheiro será direcionado para a unidade de investigações de segurança interna da agência. Junto com os crimes de imigração, a unidade se concentra em uma variedade de crimes, incluindo lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e exploração infantil.

A tecnologia contratada é o topo da linha e uma das melhores maneiras de policiais e militares invadirem os iPhones, ignorando a senha do usuário.

Um porta-voz do ICE confirmou o contrato, mas disse que “o ICE geralmente não discute suas táticas de aplicação da lei, técnicas de vigilância ou ferramentas de investigação usadas durante o curso de um processo penal”.

A American Civil Liberties Union criticou o contrato. O advogado da ACLU, Nathan Wessler, disse que há preocupações com este sistema tecnologia.

“Quando uma agência que insiste em seu poder de vasculhar celulares de pessoas, sem um mandado, gasta centenas de milhares de dólares em tecnologia para contornar os recursos de segurança em telefones, há motivo para preocupação”, disse ele.

A preocupação se estende para as comunidades imigrantes, pois através de contrato, o ICE terá acesso a aparelhos telefônicos de imigrantes.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem