EUA – Restaurante fica praticamente sem funcionários depois de visita do ICE

Um agente do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) fez uma visita ao badalado restaurante BoatHouse em Baltimore, Mariland, e exigiu que o estabelecimento apresentasse o registro de todos funcionários. Resultado: praticamente todo a equipe da cozinha foi embora e não voltou mais, já que não tinham documentos legais para trabalhar.

Por meio de uma carta aberta aos clientes postada no Facebook, o proprietário Gene Singleton explicou que, depois que um agente do ICE foi ao restaurante para verificar a documentação migratória, mais de 30 funcionários perderam o cargo, com muitos “indo em casa para fazer as malas e ir embora” com medo da possibilidade de serem separados de suas famílias.

Ainda na carta, Singleton acusou a administração Trump de “perseguir a comunidade hispânica” e informa que criou um fundo de ajuda aos funcionários afetados. A postagem do proprietário gerou polêmica na página do restaurante no Facebook, inúmeros clientes elogiaram Gene por apoiar seus funcionários, enquanto outros o acusam de depender de trabalhadores indocumentados.

Veja um trecho da carta. “24 de junho de 2017. Um novo dia no BoatHouse. A todos os nossos leais clientes atuais e futuros. Ontem, foi o dia mais triste para a família BoatHouse em seus mais de 3 anos. Nós tivemos que dizer adeus para mais de 30 colegas de trabalho que atuavam em nossa cozinha e apoiavam a nossa equipe de atendimento, geralmente conhecidos como ‘o fundo da casa’, mais conhecidos no BoatHouse como o ‘coração da casa’. Na última quinta-feira (22), o Departamento de Imigração (ICE) enviou uma exigência para que os arquivos com os dados de todos os funcionários deveriam ser entregues para revisão do I-9, documentação de imigração”, diz a carta.

  • COMPARTILHE
  • FONTE: THE WASHINGTON POST
  • POSTAGEM: SANDRA SERAFIM
Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password