Centenas de crianças imigrantes transportadas a meio da noite para acampamento no Texas

São acordadas a meio da noite e transportadas em autocarros. Levam pouco mais do que mochilas e snacks. No acampamento no Texas, para onde vão as crianças imigrantes, não há escola.

A administração de Donald Trump está a transportar centenas de crianças imigrantes para um acampamento na fronteira entre os Estados Unidos e o México. A notícia é do The New York Times, que escreve que as movimentações têm acontecido nas últimas semanas: as crianças são acordadas a meio da noite e colocadas em autocarros com pouco mais do que mochilas e pequenos snacks. O destino é uma “cidade” feita de tendas no deserto do sul do Texas.

As transferências acontecem de noite para evitar que as crianças fujam e, pelo mesmo motivo, os menores ficam a saber da mudança com pouco tempo de antecedência. O transporte para o acampamento resulta da dificuldade do governo federal em arranjar espaço para as mais de 13 mil crianças imigrantes detidas, um número que aumentou cinco vezes desde o ano passado. No mesmo período de tempo, outros dados saltam à vista: o tempo médio que as crianças migrantes passam sob custódia quase duplicou — passou de 34 dias para 59 dias, segundo o Departamento de Saúde e de Serviços Humanos. Todas as semanas centenas de crianças estão a ser transportadas para abrigos no sul do Texas — até agora, contabilizam-se mais de 1.600 menores transferidos.

A maior parte das crianças indocumentadas detidas pelas autoridades federais de imigração têm sido colocadas em famílias de acolhimento ou em abrigos, sendo que, por quarto, dormem duas a três crianças. Nessas circunstâncias, recebem formação escolar e visitas regulares de representantes legais responsáveis pelos seus casos. O esclarecimento feito pelo jornal já citado serve de contraponto: no acampamento em Tornillo, no estado do Texas, os menores são organizados em grupos de 20, separados por género e dormem em beliches. A substituir a escola, existem livros de exercícios que são distribuídos às crianças, sem que haja qualquer obrigação de os completar. Além disso, o acesso a serviços legais é limitado.

O acampamento em Tornillo, que fica a cerca de 56 quilômetros a sudeste de El Paso, na fronteira com o México, está equipado com casas de banho portáteis e tendas com ar condicionado de diferentes tamanhos, consoante a sua função — acomodação, recreação e assistência médica. O acampamento foi inaugurado em junho para receber até 400 pessoas durante 30 dias. Foi, entretanto, aumentado para receber 3.800 pessoas. Espera-se que permaneça aberto até ao final do ano.

Quanto mais tempo as crianças estiverem sob custódia, mais ansiosas e depressivas podem ficar, tal como disseram os funcionários do abrigo ao The New York Times. Preocupações como estas podem ser intensificadas num local como o acampamento em Tornillo, onde sinais de uma criança em dificuldades são mais provavelmente ignorados. A isso acrescenta-se o facto de os menores serem avisados da transferência com poucas horas de antecedência — sem preparação emocional suficiente ou tempo de dizer adeus aos amigos –, o que pode constituir um trauma.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password