Auditoria em empresas termina com 23 imigrantes presos no Novo México, West Texas

Os agentes federais detiveram 23 pessoas sob suspeita de estarem ilegalmente nos Estados Unidos. As prisões aconteceram em auditorias de emprego em mais de 100 empresas no Novo México e no oeste do Texas, de acordo com informações divulgadas pelas autoridades nesta segunda-feira (05).

As prisões foram feitas na semana passada, de acordo com um e-mail enviado pela porta-voz da agência regional, Nina Pruneda. Ela disse que três dos indivíduos presos enfrentam acusações criminais relacionadas à reentrada ilegal no país após uma deportação e posse de armas de fogo.

Das notificações auditoria, 68 foram feitas em empresas em 18 municípios no oeste do Texas.

As empresas receberam três dias para fornecer registros de contratação que tratam do status de imigração dos funcionários. Essas auditorias de emprego e entrevistas podem levar multas ou cobranças criminais.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password