Agência de imigração dos EUA irá fechar escritórios no exterior

O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está planejando fechar as unidades da agência de imigração norte-americana localizadas no exterior, de acordo com atuais e ex-autoridades e com um memorando interno, em uma medida que afetaria escritórios que lidam com solicitações de vistos de famílias, adoções internacionais e outras tarefas.

A medida é a mais recente de um governo que tem trabalhado para reduzir tanto a imigração legal como a ilegal desde que Trump assumiu a Presidência em janeiro de 2017, incluindo cortes no programa de refugiados dos EUA e o crescente escrutínio de solicitações de visto norte-americano.

O diretor do Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA, Francis Cissna, anunciou, em email enviado a funcionários da agência, planos para fechar os escritórios internacionais. Os planos preveem a transferência destas funções para escritórios da agência sediados nos Estados Unidos ou para consulados e embaixadas.

A agência, que faz parte do Departamento de Segurança Interna dos EUA, atualmente opera 23 escritórios no exterior, espalhados pela América Latina, Europa e Ásia.

Os escritórios da agência realizam serviços que incluem: ajudar cidadãos norte-americanos que querem levar familiares aos Estados Unidos; processar pedidos de refúgio; possibilitar pedidos ultramarinos de cidadania; e auxiliar norte-americanos que desejam adotar crianças estrangeiras.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password