Juíza manda soltar 124 crianças imigrantes nos EUA

Um tribunal em Los Angeles, Califórnia, ordenou a libertação de mais de 100 crianças mantidas em centros de detenção de imigração familiar nos Estados Unidos por causa do risco de que elas possam pegar o COVID-19 nas instalações.
Dois dos três centros de detenção familiar do país confirmaram casos de infecção, de acordo com a juíza distrital Dolly Gee, em sua decisão emitida na sexta-feira, dia 26.
“As instalações arriscavam se transformar em uma enorme crise de saúde, apesar dos esforços do Departamento de Imigração e Alfândega (ICE, sigla em inglês) para reduzir o número de imigrantes sob sua custódia”, disse ela.
“Os Centros Residenciais Familiares estão em chamas e não há mais tempo para meias medidas”, escreveu Gee. Em sua decisão, ela observou que 124 crianças estavam atualmente em centros de detenção do ICE e ordenou que todas fossem libertadas até 17 de julho, com seus pais ou sob a custódia de “patrocinadores adequados” com autorização dos pais.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem