EUA – Cidade dos EUA processa empresas farmacêuticas por mortes por overdose

Na cidade de Huntington, no Estado da Virgínia Ocidental, mortes por overdose superam em dez vezes a média do país e o prefeito acusa as companhias farmacêuticas de ‘distribuição maléfica’ de medicamentos viciantes à população.

Para combater o número crescente de mortes por overdose entre seus habitantes, o prefeito, Steve Williams, decidiu processar nove empresas farmacêuticas por considerar que elas contribuem para o uso indiscriminado de receitas médicas, sobretudo de remédios que causam dependência, após autoridades locais argumentarem que tal uso indiscriminado levou as pessoas a se viciarem em substâncias como analgésicos e, posteriormente, em heroína.

“Huntington é uma cidade com pouco menos de 50 mil habitantes. Nosso condado tem 96 mil habitantes. E, ainda assim, em um período de cinco anos, foram distribuídas 4 milhões de doses de opioides só nesta região”, disse o prefeito.

A cidade tem um índice de mortes por overdose que supera em dez vezes a média dos Estados Unidos, com um em cada dez bebês nascendo com sintomas de abstinência e o número de chamadas de emergência relacionadas ao uso abusivo de drogas é considerada uma epidemia.

Segundo o corpo de bombeiros local, o abuso de substâncias químicas está por trás de “cerca de um terço das ligações, enquanto incêndios respondem por 15% a 10%”.

O prefeito de Huntington diz que as empresas acionadas na Justiça devem assumir sua responsabilidade e colaborar com o combate à epidemia de drogas. Quatro delas disseram que irão contestar a ação na Justiça.

Com informações da BBC

COMPARTILHE

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password