Em coletiva em Massachusetts, Ludmilla censura perguntas e diz o que pode ou não

A cantora Ludmilla participou de uma coletiva de imprensa com jornalistas brasileiros em Massachusetts, antes do seu show, neste domingo, dia 13. Mas o que ninguém esperava era que ela usaria de censura e determinaria o que era permitido perguntar a ela durante a entrevista.

Esta exigência da cantora foi passa aos profissionais pouco antes da coletiva e a ordem era para ninguém fazer perguntas relacionadas ao seu relacionamento com a cantora Anitta, principalmente sobre as recentes brigas entre elas.

Apesar de ninguém se mostrar indignado com a imposição da cantora, o assunto repercutiu na mídia, pois os repórteres acharam que esta censura fere a liberdade de imprensa.

Mas apesar de não citar a briga, Ludmilla destacou que durante muito tempo foi engolindo sapo e aprendendo a agir para poder fazer na hora certa. “Algumas pessoas queriam que eu ficasse quietinha no meu canto, mas fui ganhando sabedoria para chegar ao momento certo e falar”.

Ao final, ela afirmou que “não fica mais calada e vai expor sua opinião”. Segundo ela, o segredo é não se calar mais e saber usar a palavra certa. “Brigar, só se for o último caso”, finalizou.

Outro problema é que Ludmilla gerou uma grande revolta nas pessoas que foram ver o seu show. Apesar de a produção ter sido impecável em todos os quesitos, lotar a casa e deixar tudo pronto, a cantora fez o show atrasar em duas horas.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem