Washington DC quer estar no roteiro de brasileiros nos EUA

“Vocês estão sempre ouvindo falar de nós”, brincou o presidente e CEO da Destination DC, Elliott Ferguson (foto), durante apresentação de Washington D.C. como destino turístico, e não como sede do governo dos Estados Unidos. Em evento realizado nesta terça-feira, no restaurante Nambu, em São Paulo, foram reunidos diversos operadores com a intenção de promover a capital e tirar possíveis dúvidas dos profissionais sobre o destino.

Ferguson, em entrevista ao Portal PANROTAS, afirmou que a capital estadunidense recebeu 48 mil brasileiros em 2017, fazendo com que o Brasil estivesse entre os 20 países com mais turistas na cidade. “Apesar da crise econômica brasileira, foi um ano positivo”, ponderou o CEO, que espera que o cenário político do País melhore cada vez mais e encoraje o brasileiro a visitar a cidade.

“Queremos que os brasileiros incluam Washington DC em seus roteiros nos Estados Unidos”, disse Ferguson, reconhecendo a preferência brasileira por destinos como Orlando, Miami e Nova York. Para o executivo, o brasileiro não tem total clareza do que a cidade pode oferecer turisticamente – algo em que ele e sua equipe estão trabalhando para melhorar. O representante lembrou que D.C. pode ser incluída como primeira ou última cidade no roteiro, devido à grande disponibilidade de voos, com especial facilidade na conexão com Nova York..

Quanto à malha aérea, representantes da United Airlines estavam presentes no coquetel para reiterar a oferta de voos diários da companhia saindo de São Paulo (Guarulhos) com destino a Washington, o que para Ferguson é um grande facilitador para a visita de brasileiros.

MARKETING
O dirigente também revelou que, em preparação para 2018, a Destination DC, em parceria com a Imaginadora e a Capital Region USA (que inclui Maryland, Virginia e Washington), está focando no marketing digital para atrair visitantes à cidade. O CEO mencionou o site oficial que concentra todas informações sobre atrações turísticas e, afirmou que ainda analisarão outras “boas oportunidades de conversar com o visitante brasileiro” assim que avaliarem o resultado de 2017 como um todo.

NOVAS ATRAÇÕES
O CEO da Destination DC ainda fez questão de ressaltar as boas opções turísticas da cidade e as novidades. Junto aos eventos esportivos, teatros, opções de compras, grande variedade de restaurantes, 16 museus gratuitos e uma forte vida noturna; estarão o District Wharf e o Museu da Bíblia. O primeiro, um complexo à beira do Rio Potomac com 20 restaurantes, três hotéis e um espaço para shows, foi inaugurado há três semanas. Já o segundo será aberto semana que vem, totalmente dedicado à cultura histórica cristã e à evolução dos preceitos bíblicos.

SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR
Perguntado sobre uma possível dificuldade recente com a obtenção de vistos estadunidenses por brasileiros e mudanças feitas por Donald Trump quanto à imigração, Ferguson afirmou que não houve mudança alguma no processo dos vistos e que os brasileiros devem estar mais atentos a tudo que é solicitado e se preparar mais para a entrevista. Para o CEO, a dificuldade pode estar no fato de os Estados Unidos estarem preocupados com a segurança dos visitantes e de seus habitantes, mas afirmou que o país ainda quer e precisa dos turistas.

E, ao abordar a segurança no país, Ferguson comentou a onda de terrorismo que tem afetado o mundo inteiro, inclusive os Estados Unidos, com atentado recente em Nova York, inclusive. “O terrorismo tem sido a causa da preocupação de muitos turistas, mas não é algo que se restringe aos Estados Unidos, há muitos países na Europa sofrendo com isso também”, afirmou o CEO. “O objetivo para nós é continuar focando na segurança”, finalizou. (fonte: PANROTAS)

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password