Polícia prende suspeito de ter matado cabeleireiro na Avenida Paulista

A Polícia Civil prendeu no início da noite de ontem (25) o acusado de matar o cabeleireiro Plínio Henrique de Almeida Lima. Ele foi esfaqueado na noite da última sexta-feira (21) na Avenida Paulista quando voltava do Parque Ibirapuera acompanhado do marido e de dois amigos.

No caminho, o grupo disse ter sido alvo de ofensas homofóbicas do agressor, que estava junto com outro colega. A vítima e os amigos discutiram com o ofensor, que acabou ferindo o cabeleireiro com uma facada. Plínio chegou a ser levado ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos.

O autor do crime foi localizado após investigações conduzidas pela Polícia Civil. Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo, ele tem 32 anos e confessou ter esfaqueado Plínio. Ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça e será levado a carceragem do 2º Distrito Policial, do Bom Retiro. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem