Em nota, FAB nega ter levado Olavo de Carvalho para os Estados Unidos

Neste domingo (21/11), a Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou uma nota à imprensa negando ter envolvimento na ida de Olavo de Carvalho para os Estados Unidos. Na noite de ontem, a escritora Daniela Abade, por meio de suas redes sociais, relatou que o ex-guro do presidente Jair Bolsonaro estaria em solo americano após usar voo da FAB que seria utilizado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.

A nota da FAB reitera que a Instituição não transportou qualquer passageiro, incluindo Olavo de Carvalho, e que os únicos passageiros dentro da aeronave eram os tripulantes que cumpriam missão a bordo, como exposto pela escritora. Além disso, esclarecem que a divulgação de inverdades, sem a devida apuração, deve ser combatida.

“Ao contrário do que tem sido mencionado sobre o transporte no dia 11 de novembro, a FAB não requisitou sigilo algum aos voos designados para o transporte de Ministros de Estado com intuito de omitir a visualização em sites de monitoramento, que é perceptível mediante a presença, nas aeronaves, do  equipamento ADS-B (Automatic Dependent Surveillance – ou, em português, Sistema de Vigilância Aérea Automático)”, diz o texto.

Em outra parte do comunicado, a FAB também contrapôs os argumentos do pouso no aeroporto de Mac Arthur em Long Island dizendo que este já era o programado justamente porque no aeroporto JFK, em Nova Iorque, por ser um local de grande movimentação, há restrições e as autoridades americanas solicitam que o tempo de permanência no pátio de aeronaves internacionais seja, no máximo, de 2 horas, o que inviabilizaria o trajeto direto ao aeroporto. (fonte: Estado de Minas)

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

WhatsApp Chat
Enviar Mensagem