Brasileiro Marcos Gloria vence Iron Cowboy do Canadá

N a contramão da maioria dos atletas de Montaria em Touros, ele aceitou convite para montar nos rodeios canadenses e não se arrepende

Marcos Glória mudou para o Hemisfério Norte em 2016 e perpetua a máxima de que os brasileiros são bons no esporte Montaria em Touros seja em que País for. Marcos Antônio Pereira Glória é mineiro e terminou a temporada da Canadian Rodeo Finals em terceiro lugar no ano passado. Por pouco, não venceu e levou a fivela de campeão do ano. Ele segue firme e forte em grandes rodeios no Canadá e agora conquistou mais uma importante fivela.

No primeiro evento internacional da PBR em solo canadense, Marcos Gloria terminou como Iron Cowboy do Canadá. As montarias aconteceram no Videotron Centre, em Québec, a terceira parada da temporada 2018 da PBR Canadense e o primeiro Monster Energy Tour do país esse ano. Representando Edmonton, Alberta, Marcos, 27 anos, recebeu como premiação um cheque de US$ 19.125,00 além dos 370 pontos para o ranking mundial.

A vitória lhe tirou do 98º lugar e o colocou na 31ª posição. Um salto e tanto. Por estar no Top 35 do ranking, ele está habilitado para os rodeios major da PBR. Na primeira montaria, ele caiu do touro com 7,99 segundos, mas avançou, já que seu adversário na chave também caiu. Nas quartas de final, ganhou um re-ride e parou no touro Tykro Checkered Flag marcando 82,5 pontos, eliminando o atual campeão mundial da PBR Jess Lockwood.

Avançando para as semifinais, o atleta brasileiro tirou da jogada o canadense Justin Lloyd ao parar por 84 pontos no touro Minion Stuart, touro do ano da PBR Canadá em 2015. No embate final, levou o título com uma queda. Seu tempo em cima do touro Happy Camper foi de 6,26 segundo, enquanto seu oponente, Brock Radford, prata da casa, de Alberta, Canadá, suportou apenas 2,15 segundos em sua montaria.

Com a vitória, Marcos também subiu de pontuação no ranking canadense. Agora é o terceiro colocado após ganhar 790 pontos, ficando a 367,5 pontos atrás do número um, que é o próprio Radford. O canadense teve um aproveitamento de três paradas em quatro toiros no Iron Cowboy e pelo segundo lugar levou US$ 8.881,29, 410 pontos nacionais e 190 pontos para o ranking mundial. Assim como Marcos, Radford também subiu na classificação mundial, de 39° para 30°.

O formato do Iron Cowboy é de chaveamento. Avança de fase quem ganhar o embate. Que pode ser definido pela maior nota, caso os dois parem nos touros; um com nota e o outro caindo está eliminado; ou se os dois caírem, avança quem tiver ficado o maior tempo em cima do touro. O terceiro lugar ficou para Lachlan Richardson, o quarto foi Justin Lloyd e o quinto Jess Lockwood. Oito atletas pontuaram, entre eles os brasileiros Silvano Alves, em sexto, e Marco Eguchi, em sétimo. Fabiano Vieira esteve na disputa, mas não avançou em sua chave.

A próxima etapa da PBR Canadá será dia 26 de maio, em Halifax, Nova Scotia, no Scotiabank Centre. O campeonato principal da PBR nos Estados Unidos parou para sua tradicional Summer Break e só retorna em agosto. Mas os campeonatos das divisões de acesso, assim como os campeonatos dos países filiados, continuam. Alguns brasileiros que montam na categoria principal vieram ao Brasil para descansar e rever a família.

(Texto: Por Luciana Omena – Fonte e Fotos: PBR)

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password