MUNDO – Explosão no show de Ariana Grande faz mais vítimas fatais na Inglaterra

A polícia de Manchester informou na madrugada desta terça-feira (23/5) que o número de mortos na explosão do lado de fora da Manchester Arena na noite de segunda (22) subiu para 22, com crianças entre as vítimas fatais. Outras 59 pessoas ficaram feridas. Os oficiais trabalham com a hipótese de que a explosão tenha sido um ataque feito por um único suspeito, que utilizava um explosivo improvisado e teria morrido no local. Ainda não está claro se ele agiu sozinho ou sob o comando de uma rede terrorista.

“A teoria principal é que tenha sido um homem-bomba, com base nos indícios forenses”, afirmou um oficial norte-americano. Segundo essa fonte, a polícia britânica encontrou o que acredita serem os restos mortais do agressor. As autoridades dos dois países trabalham juntas na investigação.

Caso o incidente seja confirmado com um ataque terrorista, será o segundo no Reino Unido neste ano e o mais letal desde 2005, quando homens-bomba atacaram o sistema de transporte de Londres e mataram 52 pessoas.

A explosão aconteceu perto da bilheteria da Manchester Arena, logo após o encerramento do show da cantora americana Ariana Grande no estádio. Pelo Twitter, a artista lamentou a tragédia e disse “não ter palavras”.

A primeira ministra do Reino Unido, Theresa May, publicou uma declaração oficial prestando solidariedade às vítimas. “Estamos trabalhando para estabelecer os detalhes completos do que está sendo tratado pela polícia como um terrível ataque terrorista. Nossos pensamentos estão com as vítimas e suas famílias”.

Arte/Infográfico/Estadão ConteúdoARTE/INFOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO

 

Explosões
A primeira explosão aconteceu assim que o show da cantora terminou. As luzes se acenderam, as pessoas saiam do local e, cerca de dois minutos depois, um outro estouro foi ouvido, aumentando o pânico dos presentes. “Houve grandes estrondos e as pessoas começaram a correr e gritar”. “Entramos em um elevador para o andar de cima, para as saídas. Quando as portas se abriram, vi sangue no chão e duas pessoas feridas. Tinha sangue em todo o rosto delas”, disse uma testemunha para a EFE.

A assessoria da Manchester Arena disse que os estouros aconteceram do lado de fora do local, em um área pública. Com capacidade para 21 mil pessoas, a estimativa é que a maioria do público no show de Ariana era composta por jovens e adolescentes.

Outros fãs que estavam no local relataram nas redes sociais terem ouvido uma “forte explosão” nas imediações da arena. Houve uma confusão e várias pessoas tentaram fugir do local. “Todo mundo estava gritando e correndo, o chão estava repleto de casacos e telefones celulares. As pessoas simplesmente jogavam tudo”, contou Robert Tempkin, de 22 anos, à rede de televisão BBC.

  • COMPARTILHE
  • POSTAGEM: SANDRA SERAFIM
  • Com informações da Agência Estado
Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free