Dois brasileiros são arrastados em capo de carro em Everett

Dois pilotos de scooters ficaram agarrados, desesperadamente, ao capô de um veículo na cidade de Everett, em Massachusetts, na noite de terça-feira (18), depois de serem atingidos por um motorista, segundo informações da polícia local. O caso foi registrado na Lexington Street, por volta das 4:30pm.

Jakyrah Pires, 21 anos, de Cambridge, compareceu a Corte do distrito de Malden na quarta-feira (19) onde foi acusada de várias acusações, incluindo agressão com uma arma perigosa (um veículo a motor), deixar o local e causar danos pessoais e dirigir perigosamente.

Os brasileiros Luana Moretao e Arthur Lage disseram aos policiais que estavam indo para o sul da Broadway quando um motorista atrás deles, mais tarde identificado como Pires, ficou irritado porque estava dirigindo muito devagar e não na ciclovia, segundo a polícia.

Pires então supostamente bateu traseira das scooters.

Um vídeo de vigilância mostra um dos pilotos da scooter irado e chutando a frente do carro quando o veículo parou.

Moretao e Lage disseram à polícia que após o primeiro choque, eles continuaram dirigindo, mas Pires acelerou o carro e os atingiu, fazendo com que eles caíssem no capô do veículo.

Lage caiu depois de ser carregado por cerca de 27 metros e Moretao caiu perto da Broadway com a Hancock Street, depois de ser carregada cerca de 91 metros, segundo a polícia.

Eles foram levados para o CHA Everett Hospital com o que foram considerados ferimentos leves e sem risco de vida.

Asaad Alsary diz que testemunhou o caso violento e ficou atrás do veículo suspeito enquanto ligava para a polícia.

“Quando paramos no cruzamento, a motorista me perguntou: ‘Por que você me segue?’”, Disse Alsary. “Eu disse a ela: ‘Você bateu nas pessoas e então fugiu. Esse não é o jeito certo de fazer as coisas”.

Alsary disse que ficou no telefone com o 911 e seguiu Pires até ao Wegman, em Medford.

A polícia de Everett, com assistência da Polícia do Estado de Massachusetts, prendeu Pires no estacionamento do estabelecimento.

Ela, supostamente, tentou agredir um policial e urinou no carro da polícia. Depois de comparecer à corte, na quarta, ela foi liberada.

A advogada de Moretao e Lage, Stacy Marmorstein, da GardiniLaw, qualificou o vídeo como um incidente de “traumatizante”, acrescentando que “dói seu coração saber que eles tiveram que passar por esse momento horrível”.

Marmorstein disse que Moretao e Lage estão tentando se recuperar fisicamente e mentalmente.

 

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free