Famílias de imigrantes na Califórnia preparam-se para ataques do ICE com planos de emergência

O pior medo de Miguel Rico é se separar de seus três filhos. Após uma varredura do ICE de quatro dias no norte da Califórnia, o imigrante mexicano tem motivos para se preocupar.

“Quando você ouve as notícias, fica com medo, especialmente se você tem filhos jovens”, disse ele. “Mas, ao mesmo tempo, temos que procurar opções e temos que estar preparados. A informação é a melhor forma de se preparar”.

Em meio aos ataques do ICE na Bay Area e uma guerra entre autoridades federais da imigração e líderes da Califórnia decididos a proteger seus moradores, Rico e cerca de 30 outros residentes da região sul reuniram-se na organização de direitos dos imigrantes SIREN, na quinta-feira (01) à noite, para uma aprender sobre como criar planos de emergência no caso de eles ou um membro da família serem detidos pelo ICE.

Os planos incluem detalhes sobre tudo, quem cuidará de seus filhos e seus animais de estimação, o que eles farão com suas casas, com as roupas que irão arrumar e onde irão arrumar dinheiro de emergência e manter documentos importantes sempre atualizados. É um fenômeno que se tornou cada vez mais comum entre os “Dreamers” e as famílias indocumentadas à medida que se preparam para a iminente ação que o ICE prometeu realizar no único estado santuário da nação.

Essa execução aconteceu nesta semana com as prisões confirmadas de 232 imigrantes indocumentados em toda a Bay Area e outras regiões. Mas não antes que a prefeita de Oakland, Libby Schaaf, avisasse os moradores das incursões iminentes – um movimento arriscado que provocou indignação da Administração Trump e que lançou uma revisão por parte do Departamento de Justiça.

O vice-diretor da ICE, Thomas Homan, disse que o aviso “imprudente” de Schaaf ajudou mais de 850 imigrantes a evitar a captura. “A decisão da prefeita de Oakland de divulgar suas suspeitas sobre as operações da nossa agência aumentou ainda mais o risco para meus oficiais e alertou imigrantes criminosos” afirmou.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse aos repórteres em uma conferência na quinta-feira: “é ultrajante que um prefeito tenha esta atitude e, certamente, colocou os agentes em perigo”.

O workshop de planejamento de emergência no SIREN foi o primeiro deste tipo, mas os organizadores disseram que planejam realizar mais nas próximas semanas.

“Esta é a nossa maneira de responder a todas as atividades do ICE que estão acontecendo”, disse Erica Leyva, organizadora da comunidade com o SIREN, que ajudou a liderar o workshop. “Queremos preparar as nossas famílias para saber como lidar com uma situação em que um membro da família é detido pelo ICE para que estejam conscientes das suas opções e do que fazer com seus filhos”.

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free