REDAÇÃO- EUA- Mãe é condenada nos Eua por não vacinar o filho

Na quarta-feira(4) passada, uma mãe foi condenada a sete dias de prisão por desobedecer uma decisão judicial e se negar a vacinar o filho de nove anos. O caso aconteceu no Michigan, nos Estados Unidos.

Os pais são autorizados no estado americano, a decidirem sobre a vacinação dos filhos. Contudo, Rebecca Bredow desobedeceu um acordo feito na Justiça com o ex-marido.

Segundo informações, quando o filho nasceu, o casal decidiu que iriam espaçar a vacinação da criança. Mas quando se separaram, em 2008, a guarda foi compartilhada e a mãe decidiu que não daria mais as vacinas.

Inicialmente, a mulher tinha concordado com o pai do menino perante o tribunal que a criança seria imunizada, mas acabou não cumprindo a determinação.

Após a prisão, o homem conseguiu uma liminar para vacinar o filho. Apesar da mãe ser a cuidadora primária, segundo a juíza de Oakland, Karen McDonald, o pai ficaria com a “palavra final” nesse caso.

Rebecca contou em audiência que é membro do movimento anti-vacina e que vacinar o filho vai “contra as crenças” dela. “Eu prefiro fica atrás das grades por algo que acredito do que fazer algo que não acredito de forma alguma”, disse.

  • COMPARTILHE
  • REDAÇÃO: SANDRA SERAFIM/JORNALNEGOCIOFECHADOUSA.COM
Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free