EUA – Média de indocumentados nos EUA se mantém em 11 milhões desde 2009

O número de imigrantes indocumentados nos Estados Unidos tem ficado na mesma média de 11 milhões para menos desde 2009, segundo aponta o relatório do Pew Research Center publicado nesta terça-feira, 25.

Em 2009, o número geral de imigrantes sem status legal nos Estados Unidos era de 11,3 milhões e caiu para 11,1 milhões em 2014, (com os mexicanos representando cerca de 5,9 milhões dessa população).

Apesar do resultado geral mencionar até o ano de 2014, segundo o estudo, o resultado se deve, em grande parte, a uma queda no número de mexicanos sem status legal no país, de 6,4 milhões para cerca de 5,6 milhões de 2009 a 2015.

O relatório mostra que a imigração ilegal subiu durante a década de 1990 e continuou até a década de 2000, atingindo o pico antes da recessão de 2008.Desde então, o número de mexicanos indocumentados no país diminuiu, enquanto o número de imigrantes asiáticos e da América Central cresceu.

 Em 2015, o número de imigrantes sem status legal oriundos da América Central foi de 1,8 milhões, acima dos 1,6 milhão registrados em 2009; enquanto o número de imigrantes asiáticos sem status legal aumentou de 1,3 milhões para 1,5 milhões.

O estudo não mencionou uma razão para a “estabilidade”, mas relatórios anteriores apontam que a economia dos EUA vinha se recuperando lentamente da recessão e a vigilância da fronteira esteve mais rigorosa.

Uma estimativa preliminar aponta uma volta para o número de 11,3 milhões de indocumentados em 2016.

O relatório foi feito com base em dados tirados pelo US Census Bureau durante os últimos anos da presidência de Obama. O Pew Research não divulgou levantamento semelhante do governo Trump.

COMPARTILHE

FONTE: GAZETANEWS

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free