EUA: Em 3º dia de protestos contra racismo, polícia de St. Louis prende sete manifestantes

A polícia de St. Louis fez várias prisões na noite deste domingo (17) quando manifestantes começaram a quebrar janelas e danificar propriedades na terceira noite de protestos contra a absolvição de um ex-policial branco acusado de matar um homem negro.

Depois de os organizadores terem anunciado o final da manifestação, algumas dezenas de pessoas marcharam até o centro da cidade e alguns, em meio a multidão, começaram a atirar objetos nas janelas.

Ônibus com policiais seguiram para o local onde os danos foram reportados. Ao menos sete pessoas foram detidas.

Nesta terceira noite de protestos, organizadores se disseram frustrados com a ocorrência que “dificulta a propagação da mensagem não violenta”.

O protesto começou silencioso, durante a tarde, em frente ao departamento de polícia. Depois, manifestantes cantaram “parem de nos matar”, observados pelos policiais. A marcha recomeçou e, com o cair da noite, parte do grupo se separou.

DIAS DE PROTESTO

Denunciando o racismo institucional, os manifestantes anunciaram que pretendiam levar a cabo ações de bloqueio e protesto durante vários dias contra o veredicto de absolvição.

Na sexta, um juiz de St. Louis absolveu o ex-policial Jason Stockley das acusações de assassinato de Anthony Lamar Smith -o suspeito de tráfico de drogas negro foi alvo do disparou ao término de uma perseguição policial em 2011.

O caso Lamar Smith chamou a atenção para St. Louis, onde as tensões raciais cresceram desde a morte, em 2014, de outro homem negro em Ferguson, subúrbio da cidade, por um policial branco.

COMPARTILHE

FONTE: FOLHAPRESS

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free