EUA – Depois de um ano de luta, brasileira ganha guarda do filho e os dois voltam para o Brasil

Às vésperas do Dia das Mães, a brasileira Cíntia Pereira só tem o que comemorar. Depois de um ano inteiro de audiências, brigas, desentendimentos com o ex-marido e reviravoltas no caso, a Justiça de Utah concedeu a guarda do menino Joseph, conhecido como JJ, de sete anos, à mãe que retornou na quinta-feira (4) com a criança para São Paulo.

No dia 8 de dezembro de 2015 o ex-marido americano de Cíntia, Gary – que até então dividia a guarda com ela – fugiu com a criança para os EUA. Segundo Cíntia, Gary desapareceu com o filho dos dois sem deixar rastro. Na época, ela não sabia nem se ele estava no Brasil ou nos EUA. Ela ficou sem qualquer tipo de notícia até abril do ano passado, quando veio para uma audiência na Corte em Utah.

Em abril do ano passado, a primeira audiência decidiu que o filho deveria permanecer com o pai. Segundo o magistrado, a criança corria risco de grave agressão física e psicológica caso voltasse ao Brasil. Ele afirmou que enquanto estava aos cuidados da mãe, o menino sofreu várias lesões das quais a nutricionista não tinha uma explicação plausível.

Assustada com as acusações, Cíntia negou que tivesse agredido seu filho e disse que as fotos apresentadas pelo seu pai com a finalidade de incriminá-la mostravam apenas machucados normais que toda criança tem.

Inconformada, a nutricionista seguiu com o processo até conseguir parecer favorável a ela. Cintia afirma que os encontros com seu filho aconteciam apenas três vezes por semana durante três horas em uma clínica supervisionada por uma assistente social.

Nestes encontros, a brasileira só poderia falar com seu filho em inglês e em um vídeo compartilhado no Facebook ela disse que toda essa rotina estava deixando tanto ela quanto seu filho esgotados. Outras audiências foram sendo realizadas e ela foi ganhando mais tempo com a criança e pareceres favoráveis a ela, porém o pai ainda mantinha a guarda.

Com a decisão final, Cíntia poderá em breve retornar ao seu lar e reconstruir sua vida e ter seu filho perto dela. A brasileira agradece a todo apoio e força recebido pelos amigos que conheceu durante essa dura batalha. Por meio de um vídeo, Cíntia agradeceu o apoio de todos que lutaram junto com ela para provar sua inocência e para que ela conseguisse de volta o filho.

“Nós vencemos, foi um trabalho duro por um ano. Vocês acompanharam todo o meu sofrimento, eu só tenho a agradecer. Depois de toda essa caminhada, eu vi que o bem vence o mal e esse caso mostra que todos vocês podem ter esperança porque esse dia chega. Estou preparada para ajudar as mães que também passam por isso e devo isso a ajuda de todos vocês.  Eu consegui provar minha inocência, passei por coisas que vocês nem imaginam, mas valeu a pena. Muito obrigada”.

COMPARTILHE

FONTE: ACHEIUSA.COM

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free