EUA – Decisão de Trump decepciona imigrantes em Milford e MetroWest

Políticos e imigrantes da área de Milford e MetroWest estão tristes e desapontados, mas não surpresos com a decisão do Presidente Donald Trump em acabar com o DACA, programa que protege da deportação jovens imigrantes que chegaram aos Estados Unidos quando eram crianças, trazidas pelos pais.

A reviravolta do programa foi anunciada na terça-feira pelo Procurador-Geral Jeff Sessions, e vai punir jovens imigrantes indocumentados que foram trazidos para o país buscando uma vida melhor, disseram.

“Muitos destinatários da DACA estão na escola ou estão trabalhando e pagando impostos através do programa”, disse Alice DeSouza, uma imigrante brasileira e empresária na cidade de Milford que conhece vários imigrantes locais que dependem do programa.

Para ela, acabar com este programa é uma grande perda. “Eles são crianças muito inteligentes”, disse ela. “Eles podem fazer algo de bom para o país”.

Uma pesquisa da University of California San Diego/Center for American Progress realizada este ano feita com 3.063 beneficiários do DACA mostrou que 97 por cento dos entrevistados tinham trabalho ou estavam na escola.

A pesquisa, liderada por Tom K. Wong, da UC San Diego, descobriu que 72% das 25 empresas da Fortune 500 empregam beneficiários da DACA.

Criada através de uma ordem executiva pelo presidente Barack Obama em 2012, o DACA permite que os imigrantes indocumentados que foram trazidos para os EUA quando crianças, menores de 16 anos, e que tenham registros limpos, possam estudar, trabalhar, viajar e pagar impostos por um período de dois anos sem medo de ser deportado.

De acordo com as informações, cerca de um milhão de pessoas serão penalizadas diretamente com esta decisão de Trump, das quais oito mil estão em Massachusetts.

COMPARTILHE

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free