Dois passageiros do avião que caiu na cidade de Goiás são dos EUA, diz Corpo de Bombeiros

Também estavam na aeronave dois brasileiros, entre eles o piloto. Todos os ocupantes sobreviveram.

Dois passageiros que estavam no avião que caiu na cidade de Goiás, na região Central do estado, são naturais dos Estados Unidos, informou ao G1 o capitão do Corpo de Bombeiros Bruno Silva. Além deles, estavam na aeronave o piloto e outro ocupante, que são brasileiros. Todos sobreviveram ao acidente.

O acidente aconteceu na sexta-feira (10). A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que o avião saiu de Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, em direção a Anápolis, em Goiás. Porém, caiu antes de chegar ao destino, por volta das 14h30. De acordo com os bombeiros, a queda aconteceu a cerca de 2 quilômetros do aeroporto da cidade de Goiás.

A sargento Herisângela Cássio explicou que os estrangeiros foram identificados como David J. Vandergrid e James Allen Cable. Já o piloto se trata de Moacir Baia Lacerda, morador de Brasília. O quarto ocupante da aeronave era Alexandre Silva de Moraes, que nasceu em Anápolis, a 55 km de Goiânia.

Após os quatro homens deixarem a aeronave, ela pegou fogo. A maior parte das bagagens ficou destruída.

No momento do resgate, os bombeiros informaram que o piloto e os passageiros estavam conscientes. Os feridos foram levados ao Hospital São Pedro e, depois, transferidos a outras unidades de saúde.

O piloto Moacir Baia Lacerda está internado no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). De acordo com boletim médico divulgado nesta segunda-feira (13), o paciente tem bom estado geral, está consciente e respira espontaneamente.

Não há informação sobre quais hospitais os demais passageiros foram encaminhados ou se receberam alta médica.

A Força Área Brasileira (FAB) investiga as causas do acidente. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, uma equipe foi ao local do acidente para coletar informações, imagens e materiais para subsidiar o procedimento.

De acordo com a FAB, ainda não é possível apontar os indícios que causaram a queda. Ainda de acordo com o órgão, o objetivo é concluir o relatório da investigação o mais rápido possível, mas ainda não é possível informar quando isto ocorrerá. (fonte: G1)

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free