“Culpa do Diabo”: nigeriano mata namorada que não queria transar e estupra cadáver

Fazendeiro matou namorada e fez sexo com o cadáver porque ela teria se recusado a dormir com ele quando estava viva. O nigeriano Sunday Ushie, de 35 anos, estava namorando Nnena Samuel, 30 anos, há alguns meses quando decidiu acabar com sua vida.

Ushie diz que “enchia a namorada de dinheiro” na esperança de que “retribuísse com sexo “. Assim, após ter suas expectativas frustradas, ele convidou Nnena a seu apartamento na Nigéria, a assassinou e, em seguida, transou com o corpo mutilado.

“Por raiva, eu a matei e roubei aquilo que ela estava me negando”, confessou o assassino. “Foi estranho transar com um cadáver. Eu nunca havia feito sexo com ela viva, porque nunca tive a oportunidade. Sempre dei dinheiro, mas ela nunca permitiu que transássemos”.

O homem foi preso pelo crime e está detido em Adijinkpor, na Nigéria. Algumas partes do corpo da vítima, como a boca, a mão e a perna, foram mutiladas. Ushie ainda alega que o diabo é culpado pelo massacre.

“Foi trabalho do demônio. Não sei por que me usou”, disse o fazendeiro de cacau. “Não sei o que aconteceu, eu a matei com uma faca. Ela sempre vinha ao meu apartamento e eu gastava um monte de dinheiro. A gente namorava e só nos conhecíamos há dois meses antes desse incidente”, afirmou.

COMPARTILHE

FONTE: brazilianpress.com/

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free