BIZARRO – Ritual no Paquistão termina com 20 devotos assassinados

O zelador de um santuário e seus cúmplices mataram 20 devotos em um vilarejo próximo à cidade de Sargodha, na província de Punjab, no Paquistão, informou neste domingo a polícia local. Segundo o oficial da polícia Mohammad Bilal, o zelador, Abdul Waheed, e outras quatro pessoas foram presos por terem assassinado os devotos com bastões e facas, em um aparente ritual. Bilal disse que outras quatro pessoas estavam internadas em estado crítico.

Um médico no hospital de Sargodha disse ao cana Geo TV que as vítimas estavam nuas e que seus corpos tinham várias marcas de ferimentos causados por facas e por pancadas.

Liaquat Ali Chatta, administrador governamental da área, disse que o caso está sendo investigado. De acordo com Chatta, Waheed é um funcionário público aposentado e parecia “mentalmente instável”. Chatta disse ainda que o zelador supostamente “espancava e torturava” devotos para “purificá-los”, e teria confessado os assassinatos.

Segundo Rana Sanaullah, ministro da justiça do governo da província de Punjab, Waheed tinha vários seguidores que visitavam regularmente o santuário e se submetiam a sessões de tortura em nome de purificação religiosa.

O santuário foi erguido há dois anos no túmulo do líder religioso local Ali Mohamamd Gujjar. Um policial disse que Waheed ia ao local duas vezes por semana e que seus seguidores eram “espancados e torturados com um bastão de ferro em brasa”.

COMPARTILHE

FONTE: O ESTADÃO

POSTAGEM: SANDRA SERAFIM

Compartilhar:

0 Comentário(s)

Deixar Comentário

Login

Bem-vindo! Faça o login na sua conta

Lembrar-me Perdeu a senha?

Lost Password

yoast seo premium free